Untitled Document
Bom dia, 11 de dez
Untitled Document
Untitled Document
  
EcoAgência > Notícia
   

Terça-feira, 05 de Dezembro de 2017

 
     

PNUD e parceiros promovem em Brasília evento sobre uso sustentável da biodiversidade

  
Oficina em manejo de açaizais de várzea promovida pelo projeto Bem Diverso em Afuá, Ilha do Marajó (PA).
  


Por ONU/BR O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e seus parceiros realizam a partir desta terça-feira (5) em Brasília (DF) evento para discutir conservação ambiental, boas práticas de extrativismo sustentável de plantas e a influência da biodiversidade na gastronomia. O Encontro Anual do Projeto Bem Diverso ocorre até quinta-feira (7) e reunirá populações tradicionais e especialistas para a troca de conhecimentos, experiências e informações. O projeto é resultado de uma parceria entre Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA), PNUD e Fundo Global de Meio Ambiente (GEF). Alinhado aos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas, o Bem Diverso atende populações tradicionais que atuam como guardiões da biodiversidade brasileira. Por meio de suas atividades extrativistas, as comunidades locais mantêm a floresta de pé e o seu sustento. Desde o início das ações, em março de 2016, o Projeto que trabalha com 12 espécies nativas da biodiversidade brasileira (entre elas o pequi, babaçu, licuri, açaí e castanha-do-brasil) já desenvolveu atividades técnicas e capacitações em manejo sustentável, restauração, levantamento de espécies, pesquisas socioeconômicas, estudos de tecnologia, cadeia de valor e mercado, nas quais mais de 1,4 mil técnicos e agroextrativistas estiveram envolvidos. “É possível conservar a biodiversidade e os serviços ambientais, como por exemplo o provisionamento de água e a regulação climática, através do uso sustentável da biodiversidade, respeitando e fortalecendo os meios de vida das comunidades locais”, explica o pesquisador da EMBRAPA Recursos Genéticos e Biotecnologia e coordenador do projeto, Aldicir Scariot. O Bem Diverso atua nos biomas Cerrado, Caatinga e Amazônia, reconhecidos pela importância socioambiental, mas ameaçados pelo aumento de práticas agrícolas pouco sustentáveis. Ele está presente em seis territórios, todos reconhecidos pela importância na exploração de produtos da biodiversidade, com significativa organização social e produtiva. Segundo Rose Diegues, oficial de programas do PNUD, o Bem Diverso é um projeto inovador que tem muito a contribuir com as espécies extrativas, tão importantes para a conservação da biodiversidade brasileira, e com os povos e as comunidades tradicionais que desenvolvem estas atividades. “Trata-se da primeira iniciativa com recursos do Fundo para o Meio Ambiente Global (GEF) que apoia atividades de campo e pesquisas da EMBRAPA na área de conservação, manejo e uso sustentável da sociobiodiversidade”, afirma Diegues. Programação No primeiro dia de evento, os participantes debaterão o que a gastronomia pode fazer para a biodiversidade, quando será apresentada a proposta do Centro Global de Gastronomia e Biodiversidade, do Instituto ATÁ. Também nesta terça-feira (5), haverá debates sobre comercialização dos produtos da biodiversidade, com destaque para a Central do Cerrado e a Central da Caatinga, sobre educação contextualizada dos povos tradicionais, e sobre exemplos de estratégias apoiadas pelo projeto para valorizar as espécies da sociobiodiversidade. No segundo dia, haverá mesas de discussão sobre a experiência das mulheres na luta pela autonomia no campo, políticas públicas, planejamento da paisagem e agregação de valor aos produtos da biodiversidade. No terceiro dia do evento, os debatedores apresentarão resultados sobre a importância dos produtos da biodiversidade para a conservação, os exemplos e desafios da industrialização desses produtos e a luta pela garantia dos territórios dos povos tradicionais. Confira aqui a programação completa do encontro. O Projeto Fruto de uma parceria entre EMBRAPA, PNUD e GEF, o Projeto Bem Diverso busca promover o desenvolvimento sustentável e gerar subsídios para aperfeiçoar as políticas públicas sobre uso sustentável e conservação da biodiversidade. Leia mais detalhes do projeto neste link. Serviço Encontro Anual do Bem Diverso Onde: EMBRAPA Recursos Genéticos e Biotecnologia (CENARGEN) – Auditório Assis de Bem Parque Estação Biológica – PqEB s/nº. Brasília, DF (próximo à Secretaria de Saúde do DF – antiga Câmara Distrital) Quando: de 5 a 7 de dezembro de 2017

  
  
  
Untitled Document
Autorizada a reprodução, citando-se a fonte.
 
Mais Lidas
  
Untitled Document
 
 
 
  
  
  Untitled Document
 
 
Portal do Núcleo de Ecojornalistas do Rio Grande do Sul - Todos os Direitos reservados - 2008