Untitled Document
Boa tarde, 01 de dez
Untitled Document
Untitled Document
  
EcoAgência > Notícia
   

Quinta-feira, 25 de Julho de 2013

 
     

Tragédia: neve devastou a Mata Atlântica em Santa Catarina

  

 Centenas de árvores de grande porte simplesmente tombaram ou tiveram quase todos seus galhos quebrados devido ao acúmulo de gelo e os ventos fortes, formando um cenário de horror.

  

Elcio Glovacki     
Muitas árvores não resistiram à força da neve


Por Germano Woehl Junior & Elza Nishimura Woehl (proprietários da RPPN)

A Mata Atlântica do Planalto Norte de Santa Catarina foi devastada pela neve. A exuberante floresta tropical não suportou. O verde da mata sumiu sob o gelo. A RPPN das Araucárias Gigantes, reserva federal, que protege gigantescas araucárias centenárias ameaçadas de extinção e as nascentes do rio Itajaí, em Itaiópolis (SC), foi duramente atingida. Centenas de árvores de grande porte simplesmente tombaram ou tiveram quase todos seus galhos quebrados devido ao acúmulo de gelo e os ventos fortes.
 
Agricultores do entorno da reserva contam que durante a madrugada do dia 23/07 foram acordados com estrondosos ruídos das árvores quebrando e tombando em um efeito dominó. Era como se algo estivesse moendo as matas. Ficaram muito assustados e acharam que era o fim do mundo. A estrada que corta a reserva ficou bloqueada em quase toda sua extensão com galhos e árvores tombadas.
 
Os impactos foram maiores nas bordas e nas partes com mata secundária. As árvores novas que não quebraram, ficaram arqueadas. Para agravar a situação, uma camada de gelo de alguns centímetros se acumulou no chão da floresta primária (bem preservada) da reserva que ficou repleta de galhos quebrados e troncos das árvores que não resistiram. Uma cutia foi encontrada atordoada, sem mostrar reação de fuga.
 
Perda total - As consequências para fauna deverão ser graves, uma vez que houve perda total dos frutos verdes e maduros. O gelo acumulado no solo durante mais de 48 horas pode ter aniquilado com a população de anfíbios e outros pequenos animais, que estão na base da cadeia alimentar. Pode ocorrer uma tragédia, uma perda enorme de biodiversidade.
 
A destruição dos eucaliptos também foi grande em muitos reflorestamentos do entorno da reserva e outras localidades de Itaiópolis. Plantações novas não resistiram, foram totalmente esmagadas como se um gigantesco trator de esteira passasse por cima. A zona rural de Santa Catarina virou um cenário de horror. Algumas localidades ainda não tiveram a rede elétrica restabelecida e poderão ficar sem energia por mais de uma semana.

Veja as fotos aqui.

  
  
  
Untitled Document
Autorizada a reprodução, citando-se a fonte.
 
Mais Lidas
  
Untitled Document
 
 
 
  
  
  Untitled Document
 
 
Portal do Núcleo de Ecojornalistas do Rio Grande do Sul - Todos os Direitos reservados - 2008