Untitled Document
Boa tarde, 01 de dez
Untitled Document
Untitled Document
  
EcoAgência > Notícia
   
Ameaça Nuclear

Segunda-feira, 02 de Setembro de 2013

 
     

Vazamento da usina de Fukushima é desafio sério, diz ministro japonês

  

No final de agosto, o governo japonês admitiu o vazamento de cerca de 300 toneladas de água radioativa dos tanques utilizados para armazenar o líquido usado para o arrefecimento dos reatores da fábrica.

  


Por Carolina Sarres e Renata Giraldi - Agência Brasil

O ministro dos Negócios Estrangeiros do Japão, Fumio Kishida, informou hoje (2) que o governo japonês está em alerta para os vazamentos de água radioativa da Usina Nuclear de Fukushima, no Norte do país. De acordo com ele, a questão será tratada com a maior transparência possível. "A contaminação de água tem sido um desafio sério. O Japão deve fazer um esforço para que ocorra total transparência da situação para a comunidade internacional. Vamos fazer todo o atendimento e estamos cientes das responsabilidade do Japão como país", disse Kishida.

No final de agosto, o governo japonês admitiu o vazamento de cerca de 300 toneladas de água radioativa dos tanques utilizados para armazenar o líquido usado para o arrefecimento dos reatores da fábrica. Fukushima foi o epicentro da maior crise nuclear depois de Chernobyl, em 1986. Em 2011, um terremoto seguido por tsunami causou vazamentos e explosões na usina. Os acidentes levaram as autoridades japonesas a esvaziar as cidades em volta da unidade e a proibir o consumo de alimentos produzidos na região.

O ministro dos Negócios Estrangeiros do Japão reuniu-se com o chanceler brasileiro Luiz Alberto Figueiredo Machado para examinar alguns temas da agenda bilateral e global, como a assistência à comunidade brasileira no Japão, o comércio e os investimentos, além de incentivos a ciência, tecnologia e inovação.

Agência Brasil/EcoAgência

  
  
  
Untitled Document
Autorizada a reprodução, citando-se a fonte.
 
Mais Lidas
  
Untitled Document
 
 
 
  
  
  Untitled Document
 
 
Portal do Núcleo de Ecojornalistas do Rio Grande do Sul - Todos os Direitos reservados - 2008