Untitled Document
Boa noite, 18 de out
Untitled Document
Untitled Document
  
EcoAgência > Notícia
   
Curso

Quinta-feira, 06 de Outubro de 2016

 
     

O desafio da cobertura jornalística diante dos impactos do uso dos agrotóxicos sobre a mudança climática é tema de curso do NEJ/RS

  

Atividade gratuita, volta a jornalistas e estudantes, se dará através de palestras, debates, seminários e atividades de campo, entre 8 e 22 de outubro, no auditório 2 da Fabico (UFRGS)

  


Por Redação EcoAgência

O Núcleo de Ecojornalistas do Rio Grande do Sul (NEJ-RS), com apoio da Fundação Luterana de Diaconia (FLD), organiza atividade gratuita voltada para jornalistas e estudantes de jornalismo, a ser realizada em Porto Alegre no segundo semestre de 2016. Através de palestras, debates, seminários e atividades de campo, o curso objetiva abordar o desafio da cobertura jornalística diante dos impactos do uso dos agrotóxicos sobre a mudança climática e a consequente vulnerabilidade das comunidades humanas.

Os três módulos teóricos contarão com a participação de jornalistas e profissionais convidados, e ocorrerão na Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Rua Ramiro Barcelos, 2705, Auditório 2/térreo, Campus Saúde, Porto Alegre-RS). Os participantes receberão certificado de participação ao término das atividades.

O curso abordará aspectos teóricos e históricos do Jornalismo Ambiental, a história das Conferências do Clima, seus acordos e avanços, aspectos teóricos e históricos sobre agrotóxicos e mudança climática e análise de matérias publicadas. Um dos encontros será voltado à prática, através da visita a sítio agroecológico em Porto Alegre para conhecer modos de produção sustentáveis.

Em paralelo, a fim de expandir a reflexão suscitada pelo curso, o NEJ­RS também promoverá a Terça Ecológica, evento aberto ao público em geral que debate os assuntos mais importantes do momento relacionados com a ecologia. O primeiro módulo será conduzido pela professora Doutora Ilza Maria Tourinho Girardi, professora titular da FABICO/UFRGS, diretora de comunicação do NEJRS e coordenadora do Grupo de Pesquisa em Jornalismo Ambiental UFRGS/CNPq.

Diante do alto percentual da utilização de agrotóxicos na produção dos alimentos, como verificado em estudo do Instituto Nacional de Câncer publicado em 2015, é urgente aprofundar um debate público sobre os impactos dessa prática que ameaça a biodiversidade, a qualidade do solo e da água e intensifica a mudança climática. Neste sentido, cabe aos jornalistas enquanto mediadores sociais, identificarem esses problemas, suas implicações, e propor na esfera pública o debate das alternativas existentes. Jornalistas também são agentes sociais que possibilitam a conscientização coletiva das responsabilidades de indivíduos, instituições e empresas na conservação do ambiente natural.

Inscrições podem ser feitas pelo link goo.gl/9SWGb4 ou no local.
 

  
  
  
Untitled Document
Autorizada a reprodução, citando-se a fonte.
 
Mais Lidas
  
Untitled Document
 
 
 
  
  
  Untitled Document
 
 
Portal do Núcleo de Ecojornalistas do Rio Grande do Sul - Todos os Direitos reservados - 2008