Untitled Document
Boa tarde, 01 de dez
Untitled Document
Untitled Document
  
EcoAgência > Notícia
   
Agroecologia

Domingo, 24 de Novembro de 2013

 
     

Dos transgênicos ao Jornalismo Ambiental, Congresso de Agroecologia oferece mais de 40 oficinas

  

A Oficina de Jornalismo Ambiental: entendendo e comunicando a sustentabilidade, que acontece nos dias 26 e 27, é dirigida aos jornalistas que atuam nos meios comerciais, comunicadores de organizações e movimentos da sociedade civil e estudantes de Jornalismo

  

Divulgação    


Por Adriane Bertoglio Rodrigues - Assessoria de Imprensa do VIII CBA-Agroecologia

Mais de 40 oficinas estão programadas para acontecer durante o VIII Congresso Brasileiro de Agroecologia, em Porto Alegre, a partir desta segunda-feira (25) até quinta (28), paralelo aos Seminários Estadual (XIII) e Internacional (XII) sobre Agroecologia. Com o tema central Cuidando da Saúde do Planeta, as oficinas acontecem na terça e quarta-feira (26 e 27) e abordarão compostagem doméstica, fitoterapia animal, produção de cogumelos comestíveis, extração da fibra de Agave, preparação de homeopatias na propriedade rural e implementação de horta vertical, entre diversos outros temas.
 
Os participantes poderão se inscrever para as oficinas na próxima segunda-feira (25/11), durante o primeiro dia de Congresso, quando da retirada do material. As oficinas acontecem no Clube Farrapos, na PUC, na Ufrgs Campus do Vale e na Faculdade de Agronomia, e na Comunidade Casarão do Arvoredo, no Centro Histórico de Porto Alegre.
 
Transgênicos e seus impactos sobre agricultura familiar é o tema da oficina que acontece no dia 26, das 15h às 18h, em sala a ser definida na PUC. Esta atividade vai reunir o bioquímico uruguaio Pablo Galeano, professor da Universidade Nacional do Uruguai, que vai falar sobre Transgenia e meio ambiente – o princípio da precaução, o fluxo gênico, a contaminação, os danos à biodiversidade; a pesquisadora boliviana Georgina Catacora-Vargas, que vai abordar Transgenia - os impactos socioeconômicos e as articulações em defesa dos direitos dos povos; e a jornalista e pesquisadora em soja, Verena Glass, que vai falar sobre Transgenia e Modelo de desenvolvimento - O agronegócio, a agricultura familiar e os impactos socioambientais.
 
A oficina é promovida pela Associação Gaúcha de Proteção ao Ambiente Natural (Agapan), com a colaboração da Via Campesina e do Grupo de Estudos em Agrobiodiversidade, articulado pelo Núcleo de Estudos Agrários e Desenvolvimento Rural do Ministério do Desenvolvimento Agrário (Gea-Nead/MDA). De acordo com o coordenador da Oficina, o engenheiro agrônomo do Gea/Agapan, Leonardo Melgarejo, a expectativa é de 50 participantes, envolvendo lideranças sociais do campo e da cidade. Depois do debate, haverá conclusões e encaminhamentos, com produção e posterior veiculação de documento síntese.
 
Jornalismo Ambiental
Oferecer a jovens jornalistas e comunicadores um panorama crítico e ferramental sobre o debate contemporâneo em torno da sustentabilidade, com foco nas relações entre agronegócio e meio ambiente, é o principal objetivo da Oficina de Jornalismo Ambiental: entendendo e comunicando a sustentabilidade, que será realizada nos dias 26 e 27, a partir das 9h e das 14h, em sala a ser definida no Centro de Eventos da PUC. A oficina é dirigida aos jornalistas que atuam nos meios comerciais, comunicadores de organizações e movimentos da sociedade civil e estudantes de Comunicação/Jornalismo.
 
“Por meio do exercício de técnicas jornalísticas de pesquisa e construção de narrativas, espera-se ampliar a eficácia do trabalho dos participantes, possibilitando a aplicação da abordagem de sustentabilidade nas mais variadas agendas”, antecipa a facilitadora e jornalista Cristina Charão. Ela e a também jornalista Eliege Fante, mestra em Comunicação e Informação, integrante do Núcleo de Ecojornalistas do RS e colaboradora voluntária da EcoAgência Solidária de Notícias Ambientais (www.ecoagencia.com.br), vão coordenar as atividades através de rodas de diálogo com especialistas e realização de exercícios de elaboração de pauta, entrevista coletiva com o convidado Tom Kucharz (Ecologistas en Acción), e redação de notícias. Inscrições e informação pelo eventos1@fes.org.br.
 
Para participar do Congresso, as inscrições estão abertas e podem ser feitas através do site http://www.cbagroecologia.org.br. O valor para estudantes é R$ 80,00 e para profissionais e técnicos, R$ 120,00. Agricultores e agricultoras estão isentos da taxa de inscrição. Para quem não puder estar na PUC e tiver interesse em acompanhar as palestras, algumas serão transmitidas via internet através do site do CBA-Agroecologia (www.cbagroecologia.org.br), no link Transmissão.
VIII CBA-Agroecologia - EcoAgência

  
  
  
Untitled Document
Autorizada a reprodução, citando-se a fonte.
 
Mais Lidas
  
Untitled Document
 
 
 
  
  
  Untitled Document
 
 
Portal do Núcleo de Ecojornalistas do Rio Grande do Sul - Todos os Direitos reservados - 2008