Untitled Document
Bom dia, 18 de jun
Untitled Document
Untitled Document
  
EcoAgência > Notícia
   
Fauna

Quarta-feira, 09 de Outubro de 2013

 
     

Ibama impede importação irregular de peles e couros de animais silvestres

  

Ao todo foram lavrados cinco autos de infração, aplicados tanto para a empresa importadora quanto para a loja que realizou a compra no exterior.

  

Equipe Ibama UA-VCP    


Por Ibama

Durante fiscalização realizada na primeira semana de outubro pela equipe da Unidade Avançada do Ibama no Aeroporto Internacional de Viracopos (UA-VCP) em Operações de Comércio Exterior, os agentes constataram irregularidades na importação de peles de animais silvestres exóticos procedentes da Itália. O material foi apreendido com o apoio da equipe local de Vigilância Agropecuária Internacional (Vigiagro/MAPA).

Dos 66 itens da carga de vestuário, que continham peças de alta costura, como casacos, vestidos, jaquetas, bolsas, carteiras e artesanatos, 15 itens eram de peles/couros de vison-americano (Mustela vison), raposa-prateada (Vulpes vulpes), píton-reticulada (Python reticulatus) e javali (Sus scrofa). Não foram apresentadas as Licenças de Importação do Ibama para estes itens.

Caracterizada a infração administrativa ambiental, foram lavrados os autos de infração, impedida a importação e determinada a devolução à origem dessa parte da carga contendo os itens sem as licenças exigidas pela legislação.

Ao todo foram lavrados cinco autos de infração, aplicados tanto para a empresa importadora quanto para a loja que realizou a compra no exterior. O valor total das multas chegou a R$ 63.100,00, considerando as seguintes infrações administrativas ambientais: apresentação de informação enganosa em sistema oficial de controle; introdução de espécimes animais silvestres exóticos sem licença expedida pela autoridade ambiental competente; funcionamento de estabelecimento comercial de fauna silvestre exótica sem licença ou autorização do órgão ambiental competente, cujos enquadramentos estão previstos, respectivamente, nos artigos 82, 25 e 66 do Decreto Federal nº 6.514/2008.

Além da equipe lotada na unidade do Aeroporto de Viracopos, a inspeção e análise do caso teve a colaboração de servidores da Superintendência do Ibama em São Paulo, da Coordenação-Geral de Autorização de Uso e Gestão de Fauna e Recursos Pesqueiros (CGFAP/DBFLO) do Ibama-Sede e de servidores da Superintendência do Ibama em Pernambuco, em operação na unidade.

Ibama/EcoAgência

  
  
  
Untitled Document
Autorizada a reprodução, citando-se a fonte.
 
Mais Lidas
  
Untitled Document
 
 
 
  
  
  Untitled Document
 
 
Portal do Núcleo de Ecojornalistas do Rio Grande do Sul - Todos os Direitos reservados - 2008